A moral não um instrumento de constrangimento, mas sim de humanização. Ela se traduz na busca de convívio enriquecedor, que torna as pessoas melhores e proporciona a criação de um mundo mais justo.

  • 24/08/2022
  • 0 Comentário(s)

A moral não um instrumento de constrangimento, mas sim de humanização. Ela se traduz na busca de convívio enriquecedor, que torna as pessoas melhores e proporciona a criação de um mundo mais justo.

A filosofia é um modo de pensar, e é uma postura diante do mundo. Ela não é um conjunto de conhecimentos prontos um sistema acabado, fechado em si mesmo.

Ela é, antes de mais nada um modo de se colocar diante da realidade procurando refletir sobre os acontecimentos a partir de certas posições teóricas. Essa reflexão permite ir além da pura aparência dos fenômenos em busca de suas raízes e de sua contextualização em um horizonte amplo que abrange os valores sociais históricos econômicos políticos, éticos e estéticos por essa razão ela pode se voltar para qualquer objeto pode pensar sobre a ciência seus valores seus métodos seus mitos, pode pensar a respeito da religião, pode pensar sobre a arte, pode pensar acerca do próprio ser humano em sua vida cotidiana. Uma história em quadrinhos ou canção popular também pode ser objeto da reflexão filosófica.

A filosofia é um jogo irreverente que parte do que existe crítica coloca em dúvida faz perguntas importunas abre a porta das possibilidades faz-nos entre ver outros mundos e outros modos de compreender a vida .

A filosofia incomoda porque questiona o modo de ser das pessoas das culturas do mundo. Questiona as práticas políticas, científica, técnica, ética, econômico, cultural e artística. Não há área em que ela não se meta, não perturbe e , nesse sentido a filosofia é perigosa subversiva, pois vira a ordem estabelecida de cabeça para baixo.

Essa subversão da ordem , entretanto, não é feito gratuitamente, não é quebrar regras e costumes simplesmente por quebrar. A maior parte dos filósofos subverteu a ordem porque ao indagar sobre a realidade de sua época, fez surgir novos possibilidades de comportamento e de relação social do ponto de vida da ordem estabelecida, isto é, das instituições e da ideologia dominante, eles destruíram uma tradição.

Do ponto de vista da história, eles nos fizeram ver injustiças arbitrariedades dominação e exploração.

Se o patriarcalismo, como ordem divina da criação por exemplo, não tivesse sido colocado em dúvida por pensadores de ombros os cercos e por pessoas engajadas no movimento em prol da igualdade de homens e mulheres em termos de capacidade intelectual e moral, estas ou seja mais de 50% da população mundial ainda hoje não seria considerada cidadã nem teria direito de voltar e ser cobrada.

Filosofia ética e moral

Na linguagem comum os conceitos de éticas e de moral são usados como sinônimo , não há problema em considerá-los de maneira equivalente, apesar de existir uma diferença entre eles.

A moral é o conjunto de regras de condutas assumidas livre e conscientemente pelos indivíduos com a finalidade de organizar as relações interpessoais segundo os valores do bem e do mal .

A ética, ou filosofia moral é mais abstrato, constituindo a parte da filosofia que se ocupa com a reflexão sobre as nações e os princípios que fundamentam.

Por exemplo, são questões éticas indagar a respeito do que é o bem e do que é o mal, o que são valores qual a natureza do dever em que consiste a moral autônoma, qual a finalidade da ação moral, e assim por diante as respostas a essas e outras indagações caracterizam as diversas concepções de vida moral elaboradas pelos filósofos no decorrer dos tempos . A moral é também o movimento que fazemos para aceitar criticamente as normas herdadas ou modificá-los de maneira autônoma.

O sujeito moral

Os valores são além de relativa ao lugar e ao tempo também subjetivos isto é, dependentes das avaliações de cada indivíduos. Ora, se cada um pudesse fazer o que bem entendesse não haveria moral propriamente dita . Na verdade o sujeito moral entre os valores como fruto da inter subjetividade, ou seja da relação com os outros. Não é o sujeito solitário que se torna moral, pois a vida moral se funda solidariedade e pelo reconhecimento de outro que cada ser humano se descobre a si mesmo.

Valor é descobrir aquele que convém ao sujeito na medida em que pertence a um grupo.

A moral não um instrumento de constrangimento, mas sim de humanização. Ela se traduz na busca de convívio enriquecedor, que torna as pessoas melhores e proporciona a criação de um mundo mais justo.

Escrito por Joyce Figueiredo


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 10

top1
1. Deixa

Maria Marçal

top2
2. Yahweh se manifestará

Oasis Ministry

top3
3. Sobre a tua Palavra

Kelly Blima

top4
4. Vem me Salvar

Pr Darvi Santos

top5
5. Autor da Minha Fé

Jefter Figueiredo

top6
6. Eu não perdi o controle

Samuel Messias

top7
7. A cura

Marcelo Assumpção

top8
8. Joy In The Morning

Tauren Wells

top9
9. Estamos de Pé

Pr Marcus Salles

top10
10. Jeová Jireh

Aline Barros


Anunciantes